logo Seac RJ

Área do Associado

Rio de Janeiro

Pão de açúcar vista da praia do botafogo

Arcos da Lapa

Rio de Janeiro Brasil

Cristo Redentor

Rio de Janeiro Brazil

50 anos Seac RJ
facebook twitter

Artigos

REMOÇÃO DE MANCHAS

Lembre-se sempre, que a remoção de manchas nos coloca em posição de destaque, pois o assunto é importante e mostra plena qualificação profissional, pois a expectativa por parte do cliente é grande, seja pela necessidade de ver o problema resolvido, ou simplesmente para nos testar.

Observações gerais:

01- Atenção com relação a qualidade do material a ser tratado e sua cor, inclusive percebendo se é lavável ou não.

02- Escolha do removedor e do processo, de acordo com cada caso. Estude realmente o problema para evitar maiores danos.

03- Sempre as tentativas de remoção devem ser iniciadas pelos sistemas mais fáceis, e é importante a brevidade na ação, evitando a fixação da mancha.

04- Quando a remoção for em tecidos coloridos, é necessário um teste em um local escondido, para avaliar os riscos, bem como o uso da água quente, que em alguns casos acaba por fixar a mancha.

05- Se em algum caso for usar água fervente, estique o tecido por sobre uma panela ou balde, e depois despeje a água de uma certa altura. Pode ser resolvido com a roupa estendida sobre a boca de um balde e colocada sob o chuveiro bem quente.

06- Quando a remoção for feita com ácido, estique a área manchada sobre um balde com água, e aplique o ácido com conta gotas até penetrar sobre toda a mancha. Molhe o tecido na água e repita a operação até a mancha desaparecer. enxágüe em água limpa, e após, enxágüe novamente em água morna com amônia para neutralizar a ação do ácido.

07- Quando for descorar um tecido pelo sol, exponha diretamente aos raios, cuidando em colocar um tecido branco e limpo, por baixo do material. Deixe a mancha umedecida, porque na presença de umidade o sol descora por oxidação.

08- A água oxigenada e amônia diluídas são usadas especialmente para lãs, que descoram por oxidação. molhar sucessivamente a mancha até fazê-la desaparecer.

09- CORES DOS TECIDOS: panos absorvente limpos e produtos químicos diluídos, são essenciais para evitar o descoramento. Quando uma mancha for colocada sobre a boca de uma garrafa com amônia, os vapores poderão clarear a cor. Se o tecido for mergulhado em clorofórmio, muitas vezes teremos a restauração das cores originais.

Classificação das manchas - As manchas em tecidos podem ser classificadas como:

1 - Úmidas: solúveis em água
2 - Secas: insolúveis em água, geralmente à base de óleos ou graxas
3 - Combinadas: com sujidades solúveis e insolúveis
4 - Especiais: substâncias não comuns, tipo asfalto ou tintas
5 - Desconhecidas: não podem ser facilmente identificadas.


Osmar Viviani
www.consulimp.net

* Clique nas imagens para ampliar